domingo, 4 de dezembro de 2016

O que é um Porto lágrima?

Sugestão: Ferreira Lágrima 
O vinho do Porto é um dos maravilhosos vinhos fortificados mais famosos no mundo. Distingue-se pela sua complexidade, intensidade aromática e essencialmente diversidade de tipos. Há os tawny's, os ruby's, as reservas, brancos etc... Hoje vamos falar sobre os brancos.

O vinhos do Porto brancos, assim como as versões tintas, apresentam diversos estilos essencialmente associados aos graus de doçura e processos de envelhecimento. Nos diversos graus de doçura, destacamos o Porto lágrima. Estamos a falar do vinho do Porto branco com maior grau de doçura com mais de 130g de açúcar por litro. É assim um vinho do Porto realmente muito doce obtido através de lotes de idades compreendidas entre os dois e cinco anos. O nome surge das lágrimas apresentadas no copo quando é servido. A doçura é obtida devido ao facto do mosto ser pouco fermentado permitindo uma maior acumulação de açúcar. Na produção são utilizadas geralmente as castas Códega, Rabigato e Viosinho em estados bem maduros de forma a extrair os aromas frutados e intensos necessários. De cor predominante dourada e com textura licorosa, caracteriza-se com um toque de mel, um paladar irresistível.

É sempre relevante lembrar que podemos encontrar no mercado vinhos do Porto com o rótulo “doce”. Estes vinhos do Porto não são lágrima! Estamos a falar de vinhos com níveis de açúcar inferiores ao Lágrima.

Quando e como servir?

Dada a sua doçura é recomendável que o Porto lágrima seja servido entre 8ºC e 10ºC. É excelente para acompanhar entradas mas é com as sobremesas que brilha! A sua doçura harmoniza na perfeição com belíssimos pratos doces. Como qualquer outra garrafa deve ser guardada em local fresco, seco e ao abrigo da luz.


Experimente e partilhe connosco. 

Sem comentários:

Enviar um comentário