segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Tinta barroca - uma estrela do Douro!

Uma das castas que mais brilha na região do Douro é a famosa Tinta Barroca. Enraizada na cultura vinícola da região, pertence às castas recomendadas para produção do vinho do Porto. Hoje está presente em muitos blends de grandes tintos do Douro.
A grande característica desta casta é a sua abundância na produção e o facto de proporcionar vinhos com elevado teor alcoólico. Em geral, os produtores apreciam a produção da Tinta Barroca dado que esta é bastante produtiva e resistente a pragas. Os bagos desta casta são bastante generosos em açúcar proporcionando vinhos com um grau alcoólico generoso.
Que vinhos esta casta proporciona?
Geralmente a Tinta Barroca, gera vinhos macios, doces, perfumados, com taninos suaves mas bastante alcoólicos tornando-se vinhos mais rústicos. A sua pele é bastante escura e fina daí o facto de produzir taninos fracos. Dessa forma, esta casta está presente sempre em blends não sendo a mais indicada para vinhos monovarietais. Sozinha a casta produz vinhos desequilibrados e pouco concentrados necessitando assim de apoio de outras castas com maior presença de taninos.
Vejamos algumas características:
Origem: Douro (atualmente presente na África do Sul)
Superfície vitícola atual: 7 000 ha 
Terroir predileto: Uma vez que não aprecia muita chuva nem muito sol, esta casta é indicada para regiões mais amenas. É produzida geralmente em zonas mais frescas e sombrias de forma a controlar o nível de açúcar das bagas.
Aromas mais comuns: florais, frutos pretos, cogumelos.


Se tem dúvidas se já bebeu um vinho com esta casta, pergunto se já bebeu vinho do Porto. Se sim, provavelmente já bebeu vinhos com esta casta. Atualmente é muito mais do que uma casta para vinho fortificado, está bem presente em grandes blends do Douro. Sem dúvida, uma das peças fundamentais do grande sucesso do Douro!

Sem comentários:

Enviar um comentário