segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Vinho da água - experiência ou tendência?

Vinho estagiado em água?

foto: Nuno Veiga
Em outubro 2015, a adega da Ervideira, inspirada nos vinhos resgatados no mar de navios naufragados, decidiu submergir 30 mil garrafas no rio Alqueva no Alentejo para criar “Vinho de água”.

No conselho de Portel, foram então submersas garradas de topo de gama, o Conde D’Ervideira Reserva tinto 2014 já estagiadas em oito meses em barrica. O objetivo era que o vinho estagiasse em água por mais oito meses. Este vinho é um blend de Touriga nacional, Aragonez, Tinta Caiada, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon.

O grande segredo da Albufeira do Alqueva é a ausência total da luz debaixo de água a 30 metros de profundidade e o fato da temperatura manter-se a 17ºC quer no verão quer no inverno.

Conde D'ervideira vinho da água. PVP 20€
Cotação Vivino: 4
Algumas garrafas foram retiradas em Abril, outras em Setembro e outras estão reservadas para o Natal.

A verdade é que este fenómeno tem cativado a atenção de muitos, graças à raridade e à história carregada nestas garrafas. O produto já se encontra a ser comercializado em vários países do mundo.

O sucesso tem sido tanto, que a vinícola está a preparar mais uma submersão!
Será que esta experiência vai se tornar uma moda? Fico expectante com o que o mundo vinícola irá trazer.

1 comentário: