sábado, 15 de outubro de 2016

Barricas de carvalho francês ou americano?


Quando lemos um rótulo de um vinho, frequentemente é referido o envelhecimento em barricas de carvalho. O uso de barricas na enologia é histórica, uma vez que no passado foram usadas para transportar vinho em segurança. Atualmente, as barricas são usadas estrategicamente para produzir vinhos mais redondos e acrescentar novos aromas ao néctar. Para além disso, o envelhecimento em barrica aumenta a longevidade dos taninos e por consequência do vinho. A influência da barrica no vinho depende: do tipo de carvalho, do modo como é feita, da idade, da tosta, da secagem e ainda do seu tamanho.


Hoje apenas vamos fazer distinção entre as duas famosas barricas: carvalho francês e carvalho americano.

Fiz um quadro de forma a visualizarmos melhor as diferenças:




Em geral, as barricas de carvalho francês custam o dobro das americanas no entanto são as mais apreciadas e valorizadas por gerarem vinhos mais complexos, estruturados, redondos e com um grande bouquet de aromas.

A escolha fica ao critério do enólogo e do tipo de vinho que pretende criar. Há ainda quem produza o vinho com uma mistura das duas barricas. As opções são múltiplas!

Quando provar um vinho com envelhecimento em barrica, verifique qual o seu tipo. Assim, terá uma ideia de algumas características prováveis do vinho.


Iremos futuramente falar de outros aspetos importantes das barricas. Fique atento!

Faça gosto na nossa página! Obrigada! 

Sem comentários:

Enviar um comentário